Sete anos de programa de mobilidade BAD na USDB

. 9 de Novembro de 2021

“Do Acesso Aberto à Ciência Aberta: políticas e serviços institucionais para publicações e dados”, tema do programa de mobilidade em bibliotecas do ensino superior da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas, Profissinais da Informação e Documentação disponibilizado pela Unidade de Serviços de Documentação e Bibliotecas (USDB) da Universidade do Minho, nos dias 4 e 5 de novembro deste ano.

Pelo sétimo ano consecutivo e ainda em contexto pandémico, o Gabinete de Gestão de Informação Científica, Repositórios e Ciência Aberta da USDB disponibilizou o programa em formato virtual. Contamos com quatro participantes, oriundos do ISPA – Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Univesidade de Coimbra.

A disponibilização deste programa pretendeu guiar os participantes desde as componentes essenciais de operação de um Repositório Institucional, até à integração deste sistema em infraestruturas de âmbito nacional (RCAAP) e europeu (OpenAIRE), procurando destacar os requisitos de interoperabilidade e os recursos para políticas e capacitação que resultam dos principais projetos europeus, assim como as orientações e serviços institucionais para publicações e dados em que a USDB participam.

É com este programa de mobilidade e todos os restantes programas que a USDB tem vindo a acolher ao longo dos anos que se criam oportunidades e sinergias para partilha, compreensão e disseminação da Ciência Aberta.

Raquel Truta

Membro da equipa do gabinete de Gestão de Informação Científica, Repositórios e Ciência Aberta

Tags: , , , , , , , , , ,

Categorias: blogue & notícias, FAIRsFAIR, FIT4RRI, institucional, internacional, nacional, ON-MERRIT, OpenAIRE, RCAAP, sobre os projetos

Comentários encerrados.